agosto 18, 2022

Diario el Analísta

Mundo de las noticias en español

G1 – Nueva especie de dinosaurio carnívoro encontrada en Argentina

Pesquisadores argentinos anunciaram nesta terça-feira (26) ha descubierto una nova especie de dinosaurio carnívoro, que puede contribuir a nuevos estudios sobrios para evolucionar grandes repeticiones.

A nova spécie, presentado por pesquisadores do Museu Argentino de Ciências Naturais (MACN), de Buenos Aires, fe batizada de bicentenaria argentina e seus restos foram achados na província de Rio Negro.

«É muito provável que seja o primeiro representante encontrado de uma nova linhagem dentro da família dos ‘celurossauros’, dinossauros que eventualmente deram origem às aves», disse em comunicado o Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (Conicet) da Argentina, do qual faz parte o MACN.

Dinosauro carnívoro da specie Bicentenaria argentina presentado en Buenos Aires (Foto: Reprodução/Conicet/Governo da Argentina)

El chefe do museu e pesquisador independiente del Conicet, Fernando Novas, afirma que, apesar de a espécie dos celurossauros incluyen miembros como o Tiranossauro Rex eo Velociraptor, «não se sabe muito sobre as formas primitivas, os primeiros celurossauros».

Bones dinosauros adultos do tipo Bicentenario teriam entre 2,5 y 3 metros de compresión, eram ágeis e magros e, pela formada de seus dentes ea presença das garras, teriam sido caçadores. «Podemos sospechar que se alimentavam de pequenos dinossauros, herbívoros et filhotes de dinossauros», afirma Novas.

Os pesquisadores acreditam que o dinossauro teria o corpo coberto por penas. As rochas que continham ossos da espécie nova tem cerca de 90 milhões de anos e correspondenm ao period Cretáceo superior, de um period of 65 milhões há 98 milhões de anos atrás.

«Os fósseis de celurossauros natives são raros e, portero, this nova é specie é muito important», dice Steve Brusatte, de la división de Paleontologia do Museu Americano de História Natural, dos Estados Unidos.

READ  Brasil, visto por un aficionado | Aviso

Para Brusatte, o achado da espécie Bicentenario não só ajuda a compreender melhor as origins das aves and seus sparents mais next, mas também «indica que os continentes da América do Sul, África, e também na Australia, tiveram uma maior diversitye de pequenos dinossauros acima do normal».

Una ossada da nova especie fe encontrada (Foto: Reprodução/Conicet/Governo da Argentina)Una especie de ossada da nova encontrada en la provincia de Rio Negro (Foto: Reprodução/Conicet/Governo da Argentina)